quarta-feira, 9 de abril de 2008

As mulheres reclamam...

... da falta de homens!

Fiquei bastante surpreso. Em menos de um mês, três amigas me confidenciaram que sofrem na busca de um parceiro decente. E, ao comentar essa história com outras pessoas, recebi outras informações similares das amigas das amigas. E são todas lindas, inteligentes e grandes companheiras.

Aparentemente, essa revelação súbita revela que há desilusões amorosas em ambos sexos. Pessoas que não correspondem às expectativas, que não têm os mesmos desejos ou que simplesmente vivem momentos distintos da vida.

Tá, mas qual é a grande surpresa? Na verdade, foi a revelação complementar de que, sim, sobram homens, mas faltam homens decentes. Epa! Como assim? Para um blog que fala sobre jogos de conquistas, paixões ou paixonites, trata-se de um sinal preocupante. O que nós, homens, estamos fazendo de errado? Ou as melhores mulheres do cenário se tornaram mais exigentes?

Essas pessoas que me confessaram suas aflições também me perguntaram onde poderiam conhecer gente interessante. Como se lá eu soubesse a resposta. Infelizmente, não obtive uma descrição fiel do que é um homem "decente" que eu pudesse compartilhar com os pobres mortais do sexo masculino. Mas a verdade é que se sentem carentes. E a culpa é nossa, acreditem ou não.

PS: Aos curiosos que querem saber quem são tais garotas, saibam que sou um péssimo cupido.

sexta-feira, 4 de abril de 2008

O incrível poder das calcinhas

Tenho a terrível mania de procurar por reparar nas marcações da calcinha nas roupas das mulheres - obviamente, aquelas que são minimamente atraentes e que chamam a atenção.

Reparo no tipo de roupa que as moças usam e a calcinha que a marca mostra que ela está usando. Algumas mostram, através desses pequenos detalhes, uma parte de quem são - aliás, é isso que é moda, não? Algumas mulheres tem um rosto de santa puríssima - o que, particularmente, acho muito pouco atraente, para não dizer broxante -, mas suas calcinhas marcam o jeans e revelam serem cavadas e sensuais. Um convite ao pecado...

Já outras parecem menos preocupadas com a santíssima trindade, usam belos decotes e calcinhas, hum, digamos, grandes. Aliás, um dos mitos que algumas mulheres comentam comigo é o fato de que calcinha grande não é sexy, ou que aquelas mais confortáveis são apenas para o dia-a-dia (e quando são surpreendidas, sentem-se envergonhadas). Olha, diria que há muita calcinha grande que consegue ser bastante sensual. Depende de quem a usa e como a usa. Esse é o ponto.

Um exemplo que gosto de dar é que particularmente acho que a maioria das mulheres fica muito mais sensual no inverno. Se preocupam mais em como se vestir e usam melhores essas fantásticas armas femininas de sedução. É possível uma mulher ser extremamente sensual vestida da cabeça aos pés, enquanto outras não conseguem ser sensuais nem que fiquem só de lingerie, ou mesmo nuas.

A calcinha é um dos elementos mais interessantes da sedução feminina. Eu sempre reparo, em todas as mulheres que me atraem, de alguma forma. E muitas já me causaram surpresas positivas.

Algumas mulheres são tão cuidadosas que é difícil encontrar a calcinha marcando a calça ou saia. Mas aos meus olhos, sempre muito atentos, elas dificilmente conseguem. Algumas conseguem essa proeza, mesmo usando vestido, em bailes de gala. Mas aí eu já suspeito que algumas já vão, propositalmente, sem calcinha para não marcar a roupa.

Mas nesse jogo de gato e rato, a sedução faz a festa. Algumas usam suas calcinhas, mesmo escondidas sob as roupas, como arma de sedução - seja através da calça ou saia marcada, seja através de uma "degustação" aos olhos, mostrando um pedaço. E nesse jogo, só há vancedores: sedutores e seduzidos.

Por essas e outras é que as mulheres são imprescindíveis.