domingo, 10 de setembro de 2006

Qual é a menor distância entre dois pontos?

"Uma reta", responderá alguém desavisado. Meu caro, diria que nem sempre. Em "A Casa do Lago", a distância que separa dois pontos é física. O tempo é uma das grandezas físicas que mais interfere nos relacionamentos. Afinal, quem nunca ouviu a famosa frase "precisamos dar um tempo"?

O que você faria se encontrasse a pessoa que te faz sentir o amor mais puro e intenso no tempo errado? Naquele momento que você quer investir na carreira, ou quando você não tem tempo, ou simplesmente quando você mesmo já está comprometido.

Calma, calma, sempre pode ser pior: ela já é comprometida até o pescoço. Data marcada para o casamento. Mas se abala com você. Não a ponto de desistir de casar, mas se abala. Gosta de você, diz que você seria o homem perfeito, ideal - mas que está no momento errado da vida dela.

O amor tem tempo para acontecer? Bom, para algumas pessoas sim. Eu, como sempre deixei que meu coração escolhesse por mim, involuntariamente, não tive o problema da escolha.

Quando achei que poderia controlar meus sentimentos, entrei em um perigoso jogo de sedução. O jogo saiu de controle, chegou à vida real. Tomou posso do coração sem mais nem menos, sem pedir autorização - algo semelhante ao que faz o governo norte-amareciano quando acha que deve.

O tempo passa, as instabilidades acontecem. Altos e baixos, momentos de paixão quente e maluca, e momentos racionais. "Não pode" ou "Não posso". Sempre a mesma coisa. E tem momentos de proximidade. "Você não existe..."

"Por que não me caso com você?"


Já imaginou ouvir isso da pessoa amada? Eu já. Pena que faltavam só dois meses para ela casar. Uma questão de tempo. No filme, dois anos separam os personagens, apaixonados um pelo outro. Quanto tempo me separa dela?

Um comentário:

Virtas disse...

Bom... Essa estória parece muito com a de dois apaixonados da novela das 8h. Ele casou porque a mulher tava grávida e não tem coragem de se seprar e começar nova vida ao lado da mulher que ama. Ela não consegue tocar sua vida e se entregar ao amor... E os dois vivem infelizes para sempre ou pelo menos até que resolvam mudar o rumo de suas vidas. Não sei se a estória que vc contou é real, mas se for, desejo muita coragem pra mudar as coisas ou serenidade pra aceita-las do jeito como estão. Beijinhos Flavinha